São Patrício – História, Oração e Lista de Santuários

Na Irlanda há uma festa em que toda a população usa roupas na cor verde. A celebração é feriado nacional e realizada em homenagem a São Patrício, um sacerdote muito conhecido da Igreja Católica, principalmente em países do exterior, como Estados Unidos, Austrália, Argentina e, claro, Irlanda.

Aqui no artigo, você vai conhecer mais sobre a vida do homem que foi um dos maiores pregadores da sua época. Ele trabalhou vários anos como escravo e, depois de fugir do cativeiro, começou a evangelizar. Ao longo da vida conseguiu converter milhares de pessoas ao cristianismo.

São Patrício

A história de São Patrício

São Patrício é o padroeiro da Irlanda. Ele tem tanta força no país que hoje há várias igrejas em sua homenagem, além do destaque da festa anual comemorada em 17 de março. Por conta dessa ligação forte com o local, o santo também é chamado de Patrício da Irlanda.

Não há dados consolidados sobre a sua canonização, por isso não é possível comprovar efetivamento que ele seja santo. A data comemorativa, no entanto, é reconhecida pela igreja católica desde o século XVII.

Infância

Patrício nasceu no ano de 377 em uma província chamada Bonaven Taberniae. Até hoje historiadores não conseguem precisar o local exato da região, porém o mais certo é que ela ficava no País de Gales.

O sacerdote era de família religiosa: seu pai era cristão convicto e o avô era padre. Durante durante toda a infância, contudo, São Patrício não ligava para ensinamentos espirituais e nem era adepto dos estudos.

A sua vocação religiosa surgiu apenas durante a adolescência quando, aos 16 anos, foi sequestrado e vendido como escravo na Irlanda. Ele passou seis anos trabalhando no país e, ao longo de todo esse tempo, começou a rezar diariamente para Deus.

Depois de fugir do cativeiro, conseguiu retornar à casa do pais. Contudo o período de provações ainda não havia chegado ao fim, e Patrício enfrentou o ataque de povos pagãos em uma viagem que fez com a família.

Na ocasião viu seus entes queridos serem executados e foi vendido novamente como escravo. Depois de um tempo foi libertado por uma família cristã e começou sua trajetória religiosa.

Atuação religiosa

São Patrício iniciou-se como sacerdote na Grã-Bretanha e durante muito tempo acompanhou o bispo São Germano de Auxerre nos trabalhos de pregação.

Enquanto andava pela Europa, Patrício sempre quis retornar à Irlanda para levar a palavra de Deus à população pagã, que era maioria no país. Ele finalmente realizou esse desejo no ano de 433.

Já ordenado bispo, foi convocado pelo Papa São Celestino I para participar da Missão Apostólica na região, a qual aceitou de muito bom grado. E foi na Irlanda que a atuação religiosa de São Patrício teve realmente força.

Durante cerca de 30 anos pregou por quase todos os locais do país sem nunca usar da violência.Ele sempre respeitou o povo local, mesmo que eles fossem pagãos. E foi seu jeito tranquilo que acabou conquistando a população.

Até o final da vida, ele conseguiu converter a maior parte da sociedade da região, tornando-se um dos maiores evangelizadores da sua época.

Morte

São Patrício passou o resto da sua trajetória na Irlanda, onde morreu em 17 de março de 461 de causas naturais e com 84 anos. Desde então, o religioso é referência no país. Além da festa, o nome da cidade Downpatrick também é em homenagem a ele, já que anteriormente ela se chamava apenas Down.

Santuários e Paróquias mais conhecidas dedicadas ao santo

Aqui no Brasil e espalhados em vários países, há santuários dedicados a São Patrício. Abaixo vamos listar alguns deles.

Paróquia São Patrício (SP)

A paróquia surgiu no ano de 1964 na cidade de São Paulo e desde então recebe os fiéis da região. O local realiza batismos, aceita confissões e organiza diversos eventos de comunhão com o santo e com Deus.

A paróquia está localizada na Avenida Otacílio Tomanik, 1555, Rio Pequeno.

Catedral de São Patrício (Nova Iorque)

Os Estados Unidos é um dos países com grande imigração irlandesa e, por conta disso, várias cidades têm fies devotos a São Patrício. Em Nova Iorque, por exemplo, há um grande templo em homenagem ao santo.

A construção é de meados do século XIX e tem estilo neogótico. Ela está situada em um local importante, bem junto à Quinta Avenida, uma das mais conhecidas da cidade.

Catedral de São Patrício (Armagh)

A catedral fica na cidade de Armagh, na Irlanda do Norte, uma nação ligada ao Reino Unido. O local teria sido construído pelo próprio São Patrício no ano de 445. Ao longo dos anos, o templo foi reconstruído mais de 15 vezes. Hoje, ele é um importante marco da região.

Igreja Católica de São Patrício (Londres)

Londres é uma das cidades que celebram fortemente São Patrício. Em homenagem ao santo há uma igreja bem no bairro do Soho, um dos mais conhecidos do local. O templo foi construído em meados do século XVIII e é o primeiro da Inglaterra dedicado ao santo.

Catedral São Patrício (Dublin)

A catedral fica na cidade de Dublin e é a principal de toda Irlanda. Ela foi fundada em 1191 e ainda hoje é a mais alta e mais larga igreja do país. O local tem missas e eventos regulares, além de ser muito visitada por turistas.

Oração de São Patrício

A oração abaixo foi escrita por São Patrício no século V d.C. Estudos afirmam ele desenvolveu o texto logo depois de conseguir converter o rei da Irlanda ao cristianismo. Você pode rezá-la toda vez que precisar de proteção e motivação para enfrentar as adversidades.

“Levanto-me, neste dia que amanhece,

Por uma grande força, pela invocação da Trindade,

Pela fé na Tríade,

Pela afirmação da unidade

Do Criador da Criação.

Levanto-me neste dia que amanhece,

Pela força do nascimento de Cristo em Seu batismo,

Pela força da crucificação e do sepultamento,

Pela força da ressurreição e ascensão,

Pela força da descida para o Julgamento Final.

 

Levanto-me neste dia que amanhece,

Pela força do céu:

Luz do sol,

Clarão da lua,

Esplendor do fogo,

Pressa do relâmpago,

Presteza do vento,

Profundeza dos mares,

Firmeza da terra,

Solidez da rocha.

 

Levanto-me neste dia que amanhece,

Pela força de Deus a me empurrar,

Pela força de Deus a me amparar,

Pela sabedoria de Deus a me guiar,

Pelo olhar de Deus a vigiar meu caminho,

Pelo ouvido de Deus a me escutar,

Pela palavra de Deus em mim falar,

Pela mão de Deus a me guardar,

Pelo caminho de Deus à minha frente,

Pelo escudo de Deus que me protege,

Pela hóstia de Deus que me salva,

Das armadilhas do demônio,

Das tentações do vício,

De todos que me desejam mal,

Longe e perto de mim,

Agindo só ou em grupo.

 

Conclamo, hoje, tais forças a me protegerem contra o mal,

Contra qualquer força cruel que ameace meu corpo e minha alma,

Contra a encantação de falsos profetas,

Contra as leis negras do paganismo,

Contra as leis falsas dos hereges,

Contra a arte da idolatria,

Contra feitiços de bruxas e magos,

Contra saberes que corrompem o corpo e a alma.

 

Cristo guarde-me hoje,

Contra veneno, contra fogo,

Contra afogamento, contra ferimento,

Para que eu possa receber e desfrutar a recompensa.

Cristo comigo, Cristo à minha frente, Cristo atrás de mim,

Cristo em mim, Cristo embaixo de mim, Cristo acima de mim,

Cristo à minha direita, Cristo à minha esquerda,

Cristo ao me deitar,

Cristo ao me sentar,

Cristo ao me levantar,

Cristo no coração de todos os que pensarem em mim,

Cristo na boca de todos que falarem em mim,

Cristo em todos os olhos que me virem,

Cristo em todos os ouvidos que me ouvirem.

 

Levanto-me, neste dia que amanhece,

Por uma grande força, pela invocação da Trindade,

Pela fé na Tríade,

Pela afirmação da Unidade,

Pelo Criador da Criação.”